Desmaios, colo do útero e nervo vago

Já ouviste falar no reflexo vasovagal?

Esta é uma condição habitualmente benigna, que não costuma causar motivos de maior preocupação mas que pode ser extremamente desagradável por causar desmaio (ou sensação de) ou perda de consciência momentânea causada por uma pontual quebra no fluxo sanguíneo ao cérebro, com uma queda abrupta da tensão – daí o desmaio que é uma resposta natural do corpo a uma baixa pressão sanguínea.

O nervo vago, ou pneumogástrico, é um nervo craniano (CN X), responsável (entre outras coisas) pela regulação da frequência arterial e cardíaca, e pela produção de suor; A sua hiperestimulação pode ocorrer em situações tão distintas como calor excessivo, sensações desagradáveis, emoções fortes ou quando tiramos sangue, por exemplo.

Trago este assunto hoje porque algumas mulheres experimentam um reflexo vasovagal quando tocam (ou lhes tocam) o colo do útero. Pode acontecer quando tentam fazer observação do posicionamento do colo (um dos indicadores que utilizamos no Método Natural de Fertilidade), quando fazem um exame ginecológico (seja mera observação, um Papanicolau/citologia ou uma intervenção cirúrgica nesta zona), uma histerosalpingografia (exame às trompas) ou durante a inserção de um DIU.

Os sintomas mais comuns são:
– sensação de desmaio, “cabeça leve” e tonturas
– palpitações
– transpiração e alterações da temperatura corporal
– náuseas
– alterações da visão ou audição
– bocejos e palidez
– vontade de fazer xixi/cocó

Se já experimentaste esta resposta do nervo vago, deixo-te algumas sugestões do que podes fazer para reduzir a probabilidade deste evento ou travá-lo quando os sintomas se começam a manifestar:
– mantém bons níveis de hidratação (esta é uma boa forma de prevenir tonturas e desmaios);
– garante que comeste, não tens fome nem estás em jejum aquando do toque ou consulta;
– informa o teu médico desta pré-disposição para uma eventual anestesia local durante a observação ou exame;
– experimenta contrair os músculos das pernas e dos braços, para o sangue circular;
– se vires que estás prestes a desmaiar, e logo que possível, tenta deitar-te de costas e levanta as pernas/dobra os joelhos (se estiveres a tirar sangue podes cruzar as pernas).

Bons ciclos,

NEWSLETTER

 

Detestas ter a caixa de correio cheia de emails? Eu também. Prometo só dar notícias de vez em quando!

Fechar
Este site, à semelhança de tantos outros, utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação.