Quantas vezes ovulamos ao mês?

Uma, duas, nenhuma? Afinal quantas vezes ovulamos ao mês?

Tenho muco fértil, a minha temperatura sobe e desce, depois tenho muco fértil outra vez e a temperatura volta a subir. Acho que ovulo duas vezes 🤔…

Gosto particularmente deste assunto por dois motivos.
Primeiro porque, como diria Neil deGrasse Tyson, o melhor que a ciência tem é que “é verdade”, escolhas tu acreditar nela ou não. (A “verdade” aqui entendida como algo que pode ser demonstrado).
Depois, porque esta questão mostra-nos como é importante o uso que fazemos das palavras. Por exemplo, se me perguntam:

a) “É possível ovular duas vezes, em ALTURAS DIFERENTES DO MÊS?” a resposta é sim.

b) “É possível ovular duas vezes em ALTURAS DIFERENTES DO CICLO?” a resposta é não.

c) “É possível ovular duas vezes no MESMO CICLO?” a resposta também é sim.

Então, vamos por partes.
A confusão instalou-se quando um estudo de 2003 – que detetou a existência de duas e três “ondas foliculares” nas 50 mulheres que compunham a amostra – foi, para não variar, mal-interpretado e resultou nesta coisa das ovulações múltiplas em fases diferentes do ciclo. De vez em quando, estas notícias viralizam nas redes sociais espalhando confusão e ignorância sobre a forma como o ciclo se desenha e manifesta.

Ainda assim, é importante dar crédito ao estudo, esquecendo o que se fez dele. A descoberta de que a génese folicular ocorre em várias ondas surgia há 15 anos como uma promessa interessante para quadros de tratamentos de fertilidade com estimulação ovárica e no desenvolvimento eventual de novas soluções hormonais contracetivas.

São estas ondas foliculares que podem fazer com que o teu muco dê sinal de estares fértil várias vezes, antes da ovulação efetivamente ocorrer (e podem, em casos específicos, resultar em mais do que um teste de ovulação positivo com poucos dias de distância).

Porém importa lembrar que o nosso corpo é uma espécie de Orquestra de Viena. Nada acontece ao acaso, nem fora de tempo. Após a libertação do óvulo, a alteração hormonal que ocorre no corpo, impede que continue a haver maturação de folículos – o que anula a hipótese da alínea b).

Contudo, existe uma janela de 24horas  – porque nada no nosso corpo é imediato – em que a libertação de um segundo óvulo (ou até de um terceiro!) pode ocorrer: a chamada hiper-ovulação que dá o ‘sim’ à alínea c) e que está na origem dos gémeos heterozigóticos, fraternos ou não-idênticos.

Resta-nos a alínea a) que pode acontecer a quem tem ciclos curtos, com ovulações consistentes e ritmadas com o calendário mensal. Deixo-vos dois exemplos possíveis:

Exemplo A:
– Ovulação: dia 12 de ciclo (DC12), 3 de Janeiro.
– Fase Lútea: 14 dias
– Menstruação: dia de ciclo 1 (DC1) a 18 Janeiro.
– Ovulação: dia 13 ciclo (DC13), 31 Janeiro.

Exemplo B:
– Menstruação: DC1, dia 01 Março.
– Ovulação: DC10, dia 10 Março.
– Fase Lútea: 9 dias.
– Menstruação: DC1, 20 Março.
– Ovulação: DC11, 31 Março.

Respondendo a eventuais questões que possam ter ficado no ar, sim, é possível uma mulher saudável não ovular pontualmente (ou seja, fazer um ciclo anovulatório) sem que isso seja motivo de maior preocupação; Gráficos de temperatura com aspeto serrote são comuns – se a temperatura sobe e desce, não cumpre a regra da subida sustentada (i.e., manter-se alta por 3 dias consecutivos) pelo que, um pico pontual de temperatura com quebra no dia seguinte não pode ser tido como confirmação de ovulação.

Se tens dúvidas sobre o controlo que fazes da tua fertilidade, lembra-te que fazer este percurso com apoio e informação diminui frustrações e acelera o processo de aprendizagem.

Tens gráficos que queres perceber, perguntas sobre o teu muco, fase lútea, ovulação, ou alternativas contracetivas não hormonais? Vem falar comigo! Há workshops em Março e as sessões individuais não têm calendário fixo e acontecem o ano inteiro.

Bons ciclos e uma ovulação de cada vez! 😉

NEWSLETTER

 

Detestas ter a caixa de correio cheia de emails? Eu também. Prometo só dar notícias de vez em quando!

Fechar
Este site, à semelhança de tantos outros, utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação.