O dia dos oceanos e a tua menstruação

A 8 de Junho celebra-se o dia mundial dos oceanos e, porque talvez nunca tenhas associado a tua menstruação a eles, quero falar-te outra vez de menstruação.

Cresci na praia e tenho a sorte de viver num sítio onde vejo o mar todos os dias.

Menstruo há décadas e ainda tenho uns anos pelo caminho mas se pensas que este post é um daqueles apelos econazi “estás connosco de copo na vagina ou estás contra todos, o planeta e a vida”, desengana-te.

Quero propor-te uma reflexão e lançar um desafio.

Quarenta anos menstruais – que é o total de tempo estimado por pessoa que menstrua – resultam inevitavelmente na necessidade de gestão de sangue.

Numa grande parte dos casos, este é absorvido por pensos descartáveis feitos com camadas e abas de plástico, e tampões, alguns com aplicador de plástico e embrulhados em plástico.

Repeti a palavra “plástico” muitas vezes porque é mesmo muito plástico!

Viram o que fiz aqui? Acrescentei mais plástico porque tanto dele vai parar ao mar.

Em 2018, a Marine Conservation Society dizia que em cada 100 metros de praia era possível encontrar cerca de 4.8 peças de lixo menstrual, traduzidos em 4 pensos e um aplicador ou tampão.

Numa era em que precisamos reunir esforços para diminuir a nossa pegada ecológica, importa termos consciência de que enquanto ser menstruantes fazemos lixo à séria e que a hashtag #períodossemplástico faz, a cada ano que passa, cada vez mais sentido.

Porém, enquanto educadora menstrual que defende isto tudo, que usa formas reutilizáveis há década e meia, que apresentou o copo menstrual a tantas dezenas de mulheres que o viram pela primeira vez, as cuecas ou o disco, quero que saibas que também sei que as formas reutilizáveis não servem a todas as pessoas: seja por questões financeiras, culturais, pessoais ou de saúde, e que ninguém tem de justificar-se nem à sua escolha.

O que importa é que encontres um produto de recolha que te deixe confortável para viveres os teus dias de período de forma tranquila e que, se não for muito ecológico, possas procurar uma forma de compensação.

Se tiveres de usar descartáveis, deixo-te três sugestões para que possamos celebrar o dia dos oceanos em 2022 de forma mais ecológica:

  • opta por pensos descartáveis produzidos sem plástico
  • escolhe tampões sem aplicador ou com um que seja reciclável
  • dá cabelo!

Cortei agora 22cms do meu e descobri que pode ser utilizado para cuidar dos oceanos! Sensibiliza o teu cabeleireiro a juntar-se ao movimento francês coiffeurs-justes.com, uma iniciativa incrível que recicla o cabelo – este recurso abundante, disponível e sem custo e super-absorvente – para o combate da poluição das zonas portuárias provocada pelo petróleo.

Em Portugal há apenas um cabeleireiro ligado a esta iniciativa mas estou certa que, com a tua ajuda e cabelo, dentro de um ano serão muito mais!

Bons ciclos e bons cortes!

Carrinho Item Removido. Desfazer
  • Nenhum produto no carrinho.